Amor Verdadeiro

Um ato de amor verdadeiro!! Como o mundo estaria melhor se todos os dias nos esforçássemos para cumprir um ato de amor verdadeiro, não é mesmo??

Pois então… desde dezembro estou com esse tema engatilhado para escrever um post. Alguns trechos que aqui estão eu até comecei a escrever quando publiquei esse aqui: Sem Vergonha

E ainda no ritmo de filmes e desenhos, um dos últimos que a Disney lançou está dentro da minha casa desde dezembro!! Acho que nesses nove meses, pelo menos uma vez ao dia, algo do filme é mencionado lá em casa.. seja o nome das princesas, seja um trecho das músicas. Minha mais velha gostou muito do filme, e eu também!!!

Para quem não viu, o filme conta a história de duas irmãs que perderam seus pais logo cedo e que viveram “separadas” pela porta do quarto pois a mais velha tinha medo de machucar a mais nova. Ela viveu trancada em seu quarto a vida inteira, desde que descobriu que tinha um dom e que lhe foi dito que precisava ser contido. Até que chegou o dia em que ela precisou assumir as responsabilidades como Rainha. Finalmente nesse dia as irmãs se encontraram… uma super ansiosa e a outra morrendo de medo de machucar alguém.. até que dito e feito, ela não conseguiu controlar suas emoções e acabou mostrando a todo o reino o quão “perigosa” poderia ser. Saiu correndo para a floresta para se esconder de tudo e todos e nesse desenrolar a irmã vai atrás dela para trazê-la de volta. Passadas várias situações que não vou relatar aqui para que assistam o filme.. eis que sem querer ela acaba congelando o coração da irmã e o único jeito de salvar sua vida é com um ato de amor verdadeiro!

E.. como todo conto de fadas.. um beijo de amor verdadeiro!!! #sqn

Para quebrar os paradigmas, a Disney revolucionou colocando nessa aventura congelante um real ato de amor verdadeiro: Dar a vida pelo outro! Todos esperavam que mais uma vez o bonito galã salvaria a boa menina, mas parece que dessa vez o mérito é da irmã que foi capaz de se arriscar, quase morrendo, para salvar a outra!

Um ato de amor verdadeiro!!! Será que isso realmente existe?? Se olharmos para as mídias, conforme desabafei no post BEM ESTAR, acho que é impossível ver atos de amor verdadeiros acontecendo. Mas eles existem, e melhor ainda, nós os cumprimos todos os dias só que não nos damos conta, talvez por já estarmos acostumados com a rotina…

Eis alguns exemplos:

– Mães que acordam cedo para arrumar os filhos para a escola
– Pais que chegam super cansados do trabalho e vão brincar com os filhos
– Professores que amam o ensino e fazem o impossível para que os alunos aprendam
– Médicos que cumprem horas e horas de plantão para salvar vidas

E muitas outras atitudes que vemos constantemente mas que não nos damos conta de que são atos de amor.

IMG_0032-0.JPG

Um ponto que me chamou muita atenção no filme é que o amor ele não curou somente a irmã que ia morrer, mas ele curou o medo da irmã mais velha. O filme nos apresenta o amor como cura para nossos medos e problemas. E acho que essa mensagem já foi ensinada há muitos anos atrás… Com o verdadeiro Amor!

Se temos problemas, medos, cansaço, falta de vontade… O quê nos faz levantar, sair da inércia? Algo nos motiva… Para uns é porque precisa trabalhar para ganhar dinheiro para sustentar a família, outros porque precisam ocupar o tempo e cabeça para não perderem saúde física e mental, outros ainda porque precisam ajudar ou cuidar de outras pessoas… E em TODOS esses casos, só o fazemos porque existe amor envolvido, seja amor ao próximo ou o amor a si mesmo.

O amor é a solução para quase tudo na vida!! Até mesmo em saúde por exemplo, se eu tenho algum problema de saúde, eu preciso de muito amor próprio para cuidar de mim e buscar entender sobre o problema, cumprir as recomendações do médico, e querer fazer!

“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver caridade, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada. Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria! A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” Cor 13,1-6

Vi recentemente outro filme da Disney e também fui surpreendida pelo final. A “bruxa má”, que não era má mas se tornou pelo orgulho e soberba do homem, foi quem colocou tanto o ódio quanto o amor no filme. E através de um amor quase que maternal, ela salvou a menina com um beijo de amor verdadeiro.

Atos de amor verdadeiro!! Que tal colocar como metas diárias também essa pequena tarefa?? Tenho um tio que é Pároco em uma paróquia em SP e toda semana na missa das crianças ele chama uma delas para testemunhar um ato de amor que ela realizou naquela semana: obedeci minha mãe, fiz meu dever de casa, dei banho no cachorro… Acho que se pegarmos essa pureza tão linda das crianças, podemos sim ver os atos de amor que cumprimos ao longo do dia e multiplicar!!

E ponto principal, para conseguirmos ter essa pureza, ter esse amor, devemos deixar as coisas ruins de lado… Deixar ir tudo o que nos prende: medo, preocupações, orgulho, soberba… LET IT GO…

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *