Não temos vagas!

Algumas experiências nessa época do ano são complicadas! Eis alguns exemplos:

– Todos os restaurantes e bares estão lotados por conta das inúmeras confraternizações, é bem difícil encontrar vagas.

– Presentes de última hora… Quem nunca fez isso? Cri… cri… cri… Todos nós fazemos! Qual o resultado? Shoppings lotados e ruas entupidas! E é missão impossível conseguir vagas, você até consegue, bem longe ou esperando muito tempo. Ah, e com sorte!

Existem outros similares também…

– Alô? Vocês têm a boneca “XPTO”? Não temos mais… Depois de ligar para 10 lojas e todas com a mesma resposta: Não temos mais…

– Gostaria de encomendar rabanadas para o Natal? Não podemos mais aceitar encomendas.. está tudo lotado…

Nos supermercados há brigas pelo último tender, úlitmo peru, a última cereja para enfeitar o bolo! Nas lojas de brinquedos, as mães disputam a tapas o bendito do brinquedo que custa R$ 500,00 e que a essa altura já não importa mais se custa 1 ou 500 reais.. o que importa é dar o presente que o filho escreveu na cartinha pro Papai Noel para que ele não deixe de acreditar no Bom Velhinho.

E o resultado de tudo isso??? Pessoas nervosas, estressadas, cansadas… Que só retornam ao seu estado “normal” às 00h do dia 25 quando, felizes, se abraçam e se beijam, desejando Feliz Natal pra todos!

Nos últimos 4 anos, tentamos fazer novena de Natal com os amigos. Começávamos bem e ao longo dos dias iam surgindo outros compromissos que acarretavam no atraso ou pressa em terminar logo. Neste ano, para evitar a correria do fim do ano, começamos a novena em outubro!! Nove domingos que antecedem o Natal!

E no último encontro, domingo passado, o tema foi justamente esse… Não temos vagas!

Estando eles ali, completaram-se os dias dela. E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria. (Jo 2,6-7)

No dia anterior levamos as meninas para ver o presépio, muito belo, que os Arautos do Evangelho estão mostrando. E justamente na hora em que mostram os donos das hospedarias falando para José e Maria: Não temos vagas! Eis que minha sobrinha fala bem triste: “Tadinhos”.

Partiu meu coração duplamente! Uma, por lembrar da dificuldade que aquela Mãe passou para encontrar um lugar para seu Filho nascer! E outra, por ver a sensibilidade e a pureza de uma criança ao demonstrar a tristeza de terem recebido vários “Não temos vagas” para nascer!

Só que isso aconteceu há 2013 anos!! Dá para entender né?! Ninguém sabia, exceto os Reis Magos, que ali estava o Rei do Reis! Não foi culpa deles… Tenho certeza de que hoje agiríamos diferente, não é? Afinal estamos comemorando esse aniversário há 2013 anos!!! Nos compadecemos da dor de Maria e José!! Já conhecemos os sofrimentos deles.. Com certeza hoje há muita vaga para Jesus… “#sóquenão”!!

Infelizmente… não temos vagas! Nem nos dias de hoje… Basta ler novamente o início do post… Correria pra comprar presentes, preocupação com a ceia, xingamentos no trânsito, brigas nas filas…. E nada do verdadeiro espírito natalino! Que NÃO é o Bom Velhinho… Mas SIM o lindo Menino que nasceu há muitos anos atrás para trazer paz e amor aos nossos corações!! E até hoje fazemos como todos fizeram… Não percebemos nos nossos atos que estamos fechando as portas para uma criança que pede somente um lugar para nascer e transmitir a verdadeira vida!

Ainda dá tempo de mudar e acolher esse menino luz que em breve nascerá!

20131224-095636.jpg

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *